Dívida histórica

O feitiço dura para sempre e só pode ser quebrado se a pessoa criar cérebro =)
tags racismo escola professora

30 thoughts on “Dívida histórica

  1. De vdd, o dr pepper deveria ser preso por causa das bostas q ele posta, desde qdo aula de historia eh motivo para divisao entre as crianças? Negar o passado eh bem tatica do politico q vc defende, eh um arrombado msm

    • “Abaixo à Ditadura” mas vc deveria ser preso por postar uma tirinha… vcs da lacrolândia são ridículos

      • Eu vou postar racismo atraves de uma tirinha comica e n vou ser punido oq n eh um tweet, n eh um post no facebook, eh so uma tiringa

        • Racimo é culpar branco por escravidão feito por negros africanos que ficaram ricos com isso a 200 anos atrás

          • Porque os cachos das plantas, também chamadas de racimo, vão culpar os brancos por qualquer coisa?
            Seus cachos estão revoltados com a quarentena?

    • Desde que a aula de História vem com meia verdade.
      Por interesse ignoram que a maior parte dos ascendentes brancos que vieram para o Brasil eram pobres, viviam em cortiços e na miséria, não interferindo ou ganhando com a escravidão, inclusive muitos só chegaram após a escravidão, sendo os que realmente possuem alguma dívida, ou não vivem no Brasil, ou são aqueles que querem socializar a dívida com os outros.
      Mas esta é uma verdade inconveniente para ser dita e causa negação histérica de muitos.

      • E foram esses brancos pobres q tinham escravos em suas casas? Ou era a burguesia?

        • Burguesia era formada pelos negros africanos que ficaram ricos vendendo escravos para as Américas,

        • Branco pobre não tinham escravos, inclusive no inicio da imigração européia após a proibição do trafego negreiro, faziam o mesmo trabalho que os negros, escravos e libertos.
          O termo burguês não cabe aqui, pois pela própria concepção do que eles eram a escravidão era algo negativo por ir contra os burgos, a base do comércio de capital, inclusive a sua maioria eram contra a escravidão, o uso do termo indica uma contaminação ideológica da origem dos argumentos. O termo coronel é mais adequado e justo do que burguês.

    • Vem aqui em casa que vou pagar a divida com rola, negro africano é quem vendeu e escravizou, o negro é que deve ao negro

    • Preso tem que ser quem vota no Lula, somente, criminosos, estupradores, pedófilos, assassinos e ladrões protegem outros bandidos, não esta contente? Vai para a Venezuela, Cuba ou uma ditadura africana financiada com dinheiro do crime da esquerda e vai ver o que é sofrer, da esquerda somente ódio e crimes

    • Então estude história, os documentos deixam claro que o reino do Congo que escravizava os demais africanos e fazia trocas com o reino de Portugal que era amigo deles, o povo negro do Congo e o povo branco de Portugal, ou seja, a história mostra que não era uma questão de brancos conta negros

  2. Desde que a aula de História vem com meia verdade.
    Por interesse ignoram que a maior parte dos ascendentes brancos que vieram para o Brasil eram pobres, viviam em cortiços e na miséria, não interferindo ou ganhando com a escravidão, inclusive muitos só chegaram após a escravidão, sendo os que realmente possuem alguma dívida, ou não vivem no Brasil, ou são aqueles que querem socializar a dívida com os outros.
    Mas esta é uma verdade inconveniente para ser dita e causa negação histérica de muitos.

  3. Negro escravizou e vendeu escravos para os brancos, a verdade doí, quer dinheiro? vai trabalhar, não esta contente? Vai para a África e verás o que é racismo.

  4. Relaxa, não é porque se fala da realidade do racismo na história que as pessoas vão se segregar. Relaxa, não é porque você não entendeu o que é a dívida histórica de que se fala que as crianças também não vão entender.

    • “Não é porque se fala da realidade do racismo na história que as pessoas vão se segregar” É exatamente o que o movimento negro faz, segregar, essa é a realidade dos fatos. Não precisa entender o que é dívida histórica por que essa teoria não faz sentido nem mesmo em sua essência, é um teoria que beira ao cinismo de tão boçal, medíocre e autoritário que é…

      • A teoria até faz sentido, mas a execução dela não.
        Pode-se admitir que exista uma dívida histórica, mas não para todos e muito menos para quem é cobrado, mas com a verdadeira elite que nem é incomodada, até por fingirem serem os mocinhos e apoiarem vários movimentos, para estes ficarem com o rabo preso e não fazerem nada. Aí que entre o cinismo e o autoritarismo, a de impor a responsabilidade aos inocentes e ignorar os culpados, não na sua essência.
        Neste ritmo no futuro vai surgir a dívida histórica para a cobrança da dívida histórica presente.

        Agora esta tirinha é claramente um exagero, não é por isso que haverá a segregação só por isso, ainda mais com crianças.

      • Você meio que admitiu no seu comentário que não quer entender a realidade, Vincenzo, então não perderei meu tempo explicando. Mas me é claro que, pela sua incompreensão voluntária, você está equivocado.

        • Demoro para a rainha do ódio do sovaco peludo vomitar sua ignorância e preconceitos com quem pensa diferente

  5. Vão da meia hora de cu e parem com politica os velhos tão comendo do bom e do melhor e vocês babando a rola deles seus otários.

  6. Vamos fazer o seguinte, o preto que acha que o branco brasileiro tem uma dívida histórica com ele, e que seus antepassados (e, por conseguinte, os descendentes destes) foram trazidos para cá contra a sua vontade, e que gostaria de voltar para a África, eu tenho uma sugestão, podemos pagar a “dívida histórica” lhes dando passagem, SÓ DE IDA, para a África.

  7. negros querem que eu pague a eles algo que meu antepassados fizeram, a foda negro?, em 1800 minha linhagem nem existia, não me culpe pelo oq outros fizeram

Comments are closed.